porco_aranha_cozinheiro

Top 10 do ridículo gourmet

Em tempos de ascensão do mercado de gastronomia e do status do chef de cozinha, da “profissionalização” do cozinheiro amador (vide Master Chef) e do acesso à compra de maçaricos, estamos vivendo a maior onda gourmetizadora em linha reta da história.

Aqui vou listar então, as dez mais ridículas derrapadas gourmet. Inclusive, tendo eu já protagonizado várias delas. Portanto, não se chateie se você se identificou com algum item da minha lista. Afinal, quem nunca ;).

 

  1. Coxinha gourmet: por que resolveram mudar o que já era bom? a coxinha, sendo o mais popular dos nossos salgados não merecia esse sobrenome;
  2. Maçaricado: vamos lá, maçarico não é a mesma coisa que salamandra ou grill. Ele não gratina, só queima! E o pior é que está sendo usado como uma arma soltando fogo para todos os lados. Sabe o raio gourmetizador? As pessoas estão achando que o maçarico solta esse raio…
  3. Redução (de balsâmico, de shoyo ou de mel de engenho): gente, nem todo líquido preto é molho! Você pode até usar uma redução na composição de um prato, mas saiba que uma mistura de shoyo e açúcar ou balsâmico e mel  não vão substituir aquele líquido que passa 4 , 5, 8 horas cozinhando chamado molho. As bisnagas são um perigo nos tempos da gourmetização…
  4. Salmóón: definitivamente essa foi eleita a forma mais cafona de falar “salmão”;
  5. Alho porró. Porró???? Porró?? Tenha paciência! Porró é você!
  6. Cliente ‘viajado’: sabe aquele cliente que chama o chef na mesa e imediatamente solta o “eu viajo muito, inclusive acabei de voltar de Paris”? É, chef, aguente o que vem depois…
  7. Colocar dólmã pra cozinhar para os amigos: as lojas de roupas profissionais estão repletas de dólmãs fofas, que atraem loucamente os cozinheiros amadores. Acredite: é ridículo colocar dólmã se você não é um profissional de cozinha.
  8. Talher de peixe: esse eu não sei bem se é ridículo, inútil ou se sou eu que sou burra e não entendi até hoje o princípio desse utensílio.
  9. Chamar patê de fígado de “patê de fuá”, referindo-se à palavra em francês (foie);
  10. Descrição dos pratos no cardápio do tipo: ‘creme de cogumelos selvagens com ovinho de codorna poché, quente-frio de beterraba emulsionada com duas texturas de não sei o quê’ . Quando a pessoa termina de ler, já esqueceu o início da história…

E aí? Se encontrou na minha lista? Não? Hum… Sei… Então me manda as suas derrapadas (ou dos seus amigos) pra gente completar, ok?

11 Comentários

  • luiz carlos goulart caporal disse:

    A pessoa faz um cursinho de 10 aulas manda bordar no jaleco (que ele chama de dolmâ) antes do nome um CHEFF se possivel em vermelho, e ai sai da frente. Faz purê de batata da knorr, molho vermelho da cica, cozinha massa de gão duro durante 20 minutos, adora arroz negro………………………………………. Acha que sabe tudo de vinho e azeite de oliva. Compra azeite de lata e envelhece vinho com tampa de rosca e por ai vai. Alguns fazem pizza de mortadela e outros de banana com goiabada.
    Amigo da para escrever a noite toda este é um pequeno desbafo de quem esta no ramo, pensando seriamente em desistir.

  • Tyallyson Tenório disse:

    👏👏👏

  • Leonardo disse:

    Daí, discordo somente do talher de peixe.
    Existe por uma razão, assim como taças de vinho tinto são diferentes das taças de vinho branco, copos de gin são diferentes dos copos de whiskey etc.

  • Amanda Calazans disse:

    Ninguém me segura com um maçaricooooooo! Kkkkkkkkkk

  • Francisco Jordão disse:

    Cozinhar é relativamente fácil, quando trata-se de hobby, difícil é assumir de fato a responsabilidade de uma cozinha, trabalhar​ mais de oito horas por dia e conseguir manter um padrão e ainda agradar os críticos com diploma conferido pelas viagens a lugares com “fama de boa gastronomia”.

  • marcia guenes disse:

    Amei!!!!!!!!!!!!!!!O mundo está exatamente assim: cafona e chato.

  • Paula labaki disse:

    Para mim o pior dos piores é a infinidade de coisas “gourmet” !!!

  • Viviane disse:

    Poxa… e eu doida pra comprar um maçarico pra queimar aquele açúcar mascavo por cima do queijo…… kkkkkkk

  • Rafael Souto disse:

    E uma das mais cafonas ainda é profissionais que se passam a dar cursos e ministrar aulas e passam as informações completamente distorcidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *